Arquivo da categoria: Maputo

Retrospectiva 2010

2010 começou igual a quelquer outro ano. Cheio de expectativas, planos e desejo de mudança. Só não esperávamos que fosse pra tão longe, ou melhor, logo ali.

Desde o início a ideia de viver em Moçambique pareceu desafiadora. Quando estava no período de negociação com o Lenilson tivemos uma conversa pelo skype e antes da linha terminar já tinha respondido pra mim mesmo: EU VOU!

E adivinha o que Paty falou:

EU TAMBÉM.

Então vamos.

Então assim que cheguei fiz esse blog pra manter nossas famílias e amigos informados, já que nossos pais não usam orkut e muito menos facebook. Mas com o passar do tempo foi batendo aquela preguiça de escrever e  o mesmo erro de “AHHH!!! DEPOIS EU ESCREVO.” foi cometido diversas vezes.

Mas agora encontrei uma brechinha aqui na agência e junto com uma empolgação de atualizar o blog, vou deixar a net um pouco e  tentar resumir, mais com fotos do que com palavras o que aconteceu comigo e com Paty nesses nove meses de Maputo. Calma! Não se trata de um pequeno bochechudo ainda. : )

Março

Bem recebido.

Abril

Chegada de Paty

Asssim que Paty chegou fizemos nossas primeira viagem.

Nelspruit-Sudwala Caves


Jardim botânico



Maio

Suazilândia – Bushfire

Festival de música internacional que acontece na Suazilândia

Junho

Pretoria

Johannesburg- Copa do Mundo

Museu do Apartheid

Julho

Festa Julina

Serginho e Leo voltaram para o Brasil

Eu e Cauby

Meu aniversário

Agosto

Bilene

Setembro

Conflitos em Maputo

Documentário realizado por Amanda Rossi. Ou Amanda de João.

Amanda e João

Esse casal gente boa passou um tempinho na nossa casa e deixou muita saudade.

Outubro

Menina Stela veio passar uma temporada com a gente.

Inhambane

Conhecemos uma das praias mais bonitas de Moçambique. Também foi nesse lugar que descobrimos que algumas crianças não gostam de ser fotografadas porque têm medo de serem vendidas.

Vejam mais fotos aqui

Kruger Park

Vejam mais fotos aqui

Macaneta

Novembro

Foi assim: Farra, farra e farra.

Dezembro

MFW

Maior evento de moda de Moçambique é produzido pela DDB.

Estou resgatando a vontade de ilustrar. Inspiração não falta.

Cauby voltou para o Brasil e Victor está arrumando as malas pra Portugal

Namaacha

Paramos dois carros entupidos de brinquedos e doamos para crianças carentes.

Ainda tem conteúdo pra mais fatos e fotos. Mas acredito que tenha feito um resumo bacaninha. Como diz a Stela, agora é não perder o rítmo.

Agora é só esperar esse 2011 para continuarmos amando, ilustrando, fotografando, conversando, conhecendo, setindo saudade, chorando, rindo, sentindo raiva, escrevendo, documentando, esquecendo, defendendo, brigando, perdendo, ganhando, vivendo….

Anúncios

Ensaio de uma guerra

O dia 1º desse mês amanheceu em clima de guerra civil. Muita gente foi para as ruas protestar contra o aumento abusivo de gasolina, água, energia, etc. Colocaram barricadas nas ruas, queimaram carros, apedrejavam tudo e todos. A polícia por sua vez com todo o seu já conhecido (des-)preparo, deixou a coisa ainda pior. Reagiram com muita violência numa ação pouco planejada e controlada. Feriram muita gente, mataram muita gente.

Durante todos esses dias de conflito nas ruas, ficamos presos em casa na companhia do casal João e Amanda. Eles vieram de Sampa para fazer intercâmbio e pesquisas e estavam passando uns dias lá em casa. Ele é músico e ela está se formando em jornalismo. Amanda seguiu seu ímpeto de jornalista e foi para as ruas registrar e ver de perto o que estava acontecendo. O resultado é o documentário que você pode ver abaixo.

Essa música raivosa é de Azagaia. Ele é um rapper contestador e é redator aqui na DDB. Sem medo, sai apontando para os responsáveis por piorar a situação dramática do país.


29 anos!

E-MAIL ENVIADO PARA MINHA MÃE NO DIA 29 DE JULHO DE 2010:

Obrigado mãe. To com nó na garganta aqui de tanta vontade de chorar. MAs to rindo tb lembrando e imaginando como seria ai esse almoço tão zuadento. To morrendo de saudade de vcs. Mas saibam que aqui ta fazendo muito bem pra mim como pessoa. To aprendendo muito a lidar com adversidades e com temperamentos bem diferentes do meu. E as vezes temperamentos parecidos ( o que acho que é bem mais dificil hahahaa).

A senhora e pai, pra mim, são dois pilares fortes. São minhas diretrizes. São meu código de conduta e os autores da minha moral. Respeito-os muito e adimiro-os mais ainda. Gostaria de saber falar e e ter a coragem de falar bem mais do que falo e sempre falei. Pq a cada nova palavra que surge na minha cabeça surge tb a vontade dar choradinha.

Mas gostaria q hj e sempre vcs entendam que o fato de eu estar aqui não foi nada por acaso. Isso tá sendo bom pra mim e acredito que voltarei bem mais rico (de espirito hahaha), paciente, enfim, melhor. A única coisa q não melhora aqui são meus cabelos. Estão cada vez menos e crespos como sempre. Kakakaak.

Um beijo pra senhora e pra pai. Saudade!!!

—-


Mercado do Peixe

Conhecer Maputo e não ir ao Mercado do Peixe é um erro. Mesmo se você for alérgico, se estiver grávida ou se for fresquinho. O lugar não oferece nenhum luxo, não existe nenhum detalhe arquitetônico que chame nossa atenção, mas o bom de lá realmente é a bagunça, o barulho, o pra lá e pra cá das pessoas e claro, os peixes gigantes e fresquinhos, camarões que mais parecem lagostas, lagostas vivinhas dentro de bacias, amêijoas espalhadas em vasilhames por todos os lugares, caranguejos, lulas, mexilhões. Tudo isso aos montes e por todos os lados.

Apesar dessa simplicidade, eles contam com uma sofisticada logística de atendimento ao consumidor. Ou seja, compramos o que queremos nas barracas, entregamos para um boy que sempre está disposto a ajudar. Em seguida vamos para a parte de trás do mercado e indicamos qual restaurante irá preparar nossos pratos. Depois é só escolher a mesa, sentar com os amigos e celebrar o calor a camida e a cerveja.

Tenho mais coisas pra contar de lá, mas acho que alguém em outro blog deve contar com mais detalhes. Nesse momento estou na agência fazendo umas coisas. Vou deixar o resto com as fotos.

Pescador imaginando ser um caranguejo.

Bacia com amêijoas

Depois ela me contou que gosta de combinar as roupas com as bacias. : )

Moçambique é auto-suficiente em cerveja.

África

Mais fotos de lá aqui


Ida ao supermercado


Estava fazendo a feira e encontrei esse item curioso nas prateleiras. Trata-se de uma granada de plástico cheia de confeitos. Lembro que já vi celular, ursinho, garrafinha e até revolver. Mas granada não. Apesar desses estímulos, o que explode aqui são as risadas da criançada. E isso não tem granada que destrua.

Continuando com as compras, percebi que ia demorar um pouco mais que o normal para comprar tudo que queria. Pois grande parte dos produtos tem as embalagens escritas em árabe.

E agora? Será que esse é light? É normal? Será que é requeijão? : )

Enfim, ele está na geleira. Digo, geladeira. Só mais uma coisa em relação as compras de hoje. Mulheres mulçumanas cobertas quase que 100% pelas burcas são tão comuns aqui, quanto mullheres com shortinhos fazendo a feira no Brasil. Tive a mesma reação em relação a todas elas que cruzaram comigo hoje. Evitei olhar nos olhos.

Tirei essa foto daqui ó


Churrasco de sábado

Ontem teve churrasco e aqui estão as fotos:

Rua do condomínio onde mora a namorada de Victor.

Comprar esse carvão foi bem emocionante. Depois explico.

churrasqueiros

Zeca, eu, Kami e Serginho.

Esse é o dono da casa. Era pra churrasqueira que ele tava olhando.

Bem triste.

Peeeeeense numa água boa!


Little afro ninja

Essas imagens foram de hoje. Esse molecada estava brincando na porta da nossa casa. E como não podia ser diferente, todos com aquele “excesso” de simpatia disseram sim quando pedi pra fotografa-los.

Dei boas risadas com esse menino de camiseta vermelha. Revelei um afro ninja que se jogava no chão com muita rapidez cada vez que apontava a câmera.